sexta-feira, 11 de abril de 2008

Sobre depressão

Bem... no começo, quando fiquei doente e ninguém acreditava em mim (nem eu mesma) e eu não sabia o que tinha, eu era uma pessoa triste, cabeça baixa, tinha vergonha da minha condição, não tinha fé na vida e já estava descrente da bondade das pessoas... com o tempo - e em muito pouco tempo - aprendi muitas coisas, uma deles é que meu corpo e minha mente trabalham juntos. Também percebi que se eu não me amar e não cuidar de mim, ninguém mas vai fazer... desde então, adotei a miastenia como parte de mim, da minha vida. Não a vejo como um troféu, muito longe disso, mas a encaro como um aprendizado. Se não fosse ela eu não seria quem eu sou hoje, no meu ponto de vista, uma pessoa mais aberta a entender as outras pessoas, mais compreensiva com os infortúnios e mais feliz por valorizar cada dia, sempre agradecida pelo sol e pela chuva. Gosto de viver e não tenho vergonha de ser 'diferente' dos outros. Luto e vou lutar sempre para ser aceita como igual, pois cada um com a sua limitação é igual perante a lei do homem, para quem é de homem, e da lei de Deus, para quem é de Deus. Então quando se sentir triste, lembre-se só você pode se ajudar e só de suas atitudes dependem seu futuro.
Ah, claro, uma boa alimentação e risadas ajudam e muuuiittoooo!!

2 comentários:

Jéssica disse...

Talvez essas sensações sejam uma mistura de medo e aflição. Pelo menos no meu caso é isso, eu acho.
Não tenho preguiça mas estresse alto e descrença em várias coisas. Mas sei que isso é só momentâneo.

Enfim, tudo de bom..
E chuva é uma maraviilha.

PAULA FREITAS disse...

Ola meu nome é paula,moro em brasilia tambem fui diagnosticada de MG em 2008 aos 22 anos, graças a DEUS ja tinha tido minha filhota aos 20, foi muita luta no inicio mais Deus se fazia presente a cada momento, comecei com fraqueza nas pernas, pra mastigar e as vistas ja nao eram as mesmas, corri atras e depois de muitos percursos entre varios medicos de hospital e clinina, fiz exames que deu infecção urinaria e tratei mas nao desisti e entao descobri o que eu tinha pela internet mesmo e diretamente fui ao que interessa,um neurologista que me diagnosticou dr. marcelo que me encaminhou para fazer tratamento no base com a dra elza tosta,excelencia em MG mas vi que tinha muita gente, la é muito cheio e depois de um tempo descobri que ela atende particular, mas antes dela tratei com o dr. claudio e pelo dr cicero que é um excelente medico tambem e hj trato com o dr ricardo uma benção um homem de Deus. Bem me internei umas 3 vezes, fiz cirurgia do timo e antes fiz imoglobulina e plasmaferese e hj estou aqui para honra e glória de Deus, comecei tomando mestinon, dpos acrescentei meticortem e imuran, mas me inchava muito o meticortem e meu medico substituiu pelo deflazacorte o calcorte,porque nao me dou muito bem com generico,acho que nos temos que estar atentos a isso ai,muitas vezes o generico descompensa a doença, isso é fato pelo menos pra mim,graças a Deus estou uma benção, mas sempre com altos e baixos,ja tem umas semanas ai que nao ando muito legal,to com anemia e a anemia por ela mesma da indisposição, fraqueza, fadiga e é muito chato mais vai passar,tambem tive suspeita de virose por esses dias por conta do tempo mas ja melhorei, só que isso deu uma descompensada mais ja ta passando graças a Deus,tambem me sinto muito mal quando estou menstruada,mas depois de umas reajustadas nas medicações passa, alias tudo na vida passa, nada é eterno,tb faço acompanhamento com psiquiatra porque tomo antidepressivo, que me ajuda muito tambem,pois o estress, nervoso e ansiedade afeta a miastenia tb faço terapia ate hoje e acho que todos deveriam ter acompanhamento psicologico,nao somente os portadores da doença, mas todo mundo, alias nos devemos ter a redia de qualquer doença e nao ela nos dominar e nunca mais nunca mesmo aceitar, devemos ter fé que DEUS pode sim todas as coisas e ate hoje eu acredito que um dia vou ser curada pelo sangue de Jesus e eu nesse momento torço e peço a Deus que cure a todos nós e nos livre desse mal, mas independente de qualquer coisa com ou sem doença nos ja vivemos constantemente em uma montanha russa cheia de altos e baixos. Desejo a cura a todos nos :)